Elaboração de orçamento tradicional

Um passo importante do processo de melhoria de gestão pode ser dado com a implantação da metodologia mais básica de gestão financeira para uma companhia: o orçamento tradicional (se quiser saber mais sobre os tipos de orçamento, clique aqui https://bit.ly/2M803qi).

Quando uma empresa não tem orçamento, os passos básicos a seguir são:

 

  • Definir os centros de custo (áreas ou partes do processo onde os custos e despesas serão alocadas), planos de contas (tipos de gasto) e responsáveis por eles;
  • Fazer uma análise histórica dos gastos, dividindo nos centros de custos e contas correspondentes;
  • A alta direção (ou acionistas) define a carta diretriz, que são as informações base para um bom processo orçamentário, contendo no mínimo:
    •    Meta desejada de faturamento e lucratividade
    •    Responsáveis por orçar os centros de custo e plano de contas
    •    Indicadores financeiros (tais como inflação)
  • Cada uma das áreas deve definir o quanto imagina gastar em cada tipo de despesa e em qual período, tendo como base os valores históricos. É importante utilizar um mesmo padrão de forma a facilitar a consolidação.
  • A área financeira faz então a consolidação e analisa a lucratividade do resultado final
  • Em caso de muita diferença entre os indicadores de resultado estabelecidos na carta diretriz e o resultado final, refaz-se o processo de orçamentação, propondo-se um desafio de redução geral ou, de maneira mais direcionada, para cada uma das áreas de negocio.

 

Percebe-se que é um processo iterativo onde as áreas olham suas demandas e projetos e buscam recursos, enquanto a área financeira busca encontrar um equilíbrio com a expectativa de resultado dos sócios ou acionistas.

 

Essa é a metodologia mais básica em gestão financeira, porém, em negócios/ setores com demanda consolidada e de baixa volatilidade a aplicação de um orçamento tradicional tende a dar bons resultados. Também é um bom ponto de partida quando não se tem experiencia com a elaboração de orçamentos.

 

Nos próximos posts falaremos de metodologias mais avançadas, como o orçamento matricial e orçamento base zero.

Se quiser conhecer mais as metodologias de orçamento da Value Bridge, nossos cases de sucesso ou então entender como podemos ajudar a melhorar o seu processo, convide-nos para um café.

Teremos muito prazer em poder discutir um pouco de como aperfeiçoar a Cultura de Desempenho na sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *